Alternativas Éticas™®

“Os Experimentos em Animais ATRASAM o progresso da ciência”

UMA ASSINATURA PARA ACABAR COM A TORTURA! Outubro 19, 2013

Imagem

UMA ASSINATURA PODE FAZER A DIFERENÇA PARA MILHÕES DE ANIMAIS QUE TODOS OS ANOS SÃO TORTURADOS E ASSASSINADOS EM LABORATÓRIOS!

Assinem no seguinte link e convidem todos os vossos amigos e conhecidos a também assinar. Temos até 31 de Outubro para atingir o objectivo.
http://tinyurl.com/stopvivisectionPT

(Nota: O número do cartão de cidadão tem der ser colocado com os dígitos que se encontram à frente do número. Exemplo: 45624589 5 ZX9)

Imagem

Stop Vivissecção – Iniciativa Europeia De Cidadãos Grupo de Portugal
https://www.facebook.com/iecportugal

Evento:
https://www.facebook.com/events/442567795830231/

Vivissecção: Dissecação de animais vivos para estudos
(retirado do filme “Earthlings”)

Anúncios
 

Neste domingo (9) Programa Animal Press e a Manifestação Antivivissecção Maio 9, 2010

programaanimalpress_8

Na edição nº 8 do Programa Animal Press você acompanha a reportagem sobre o Dia Mundial contra a Vivissecção, manifestação que aconteceu em São Paulo contra a utilização de animais vivos para fins científicos ou pedagógicos.
 
O programa irá ao neste domingo pela TV Aberta de São Paulo às 9h30 da manhã, e no site www.programaanimalpress.com.br a partir da próxima Quarta (12).
 
Entrevistas com Nina Rosa, Silvana Andrade, Mauricio Varallo, Christian Sabóia e George Guimarães.
 
 
 
TV Aberta da Cidade de São Paulo(somente transmissão a cabo no perímetro urbano de São Paulo)
pela NET sitema analógico ou digital – canal 9
pela TVA sistema analógico – canais 72 ou 99 (dependendo do bairro)
pela TVA sistema digital – canal 186

DOMINGOS – 9h30  
 

Histórias reais de verdadeiros monstros – Socialmente aceites Abril 26, 2010

Dr. OZ tirou um curso de cirurgião e tornou-se vedeta televisiva, adepto de estranhas práticas pseudomédicas como as chamadas “terapias energéticas”, que defendem a existência de de uma energia viva que anima os seres vivos. Numa ocasião, manteve durante 29 dias um cão de peito aberto, submetido a uma ablação por radiofrequência, que consiste em extirpar parte do sistema de condução eléctrica do coração (uma tecnica para tratar arritmias). Após ficar paralisado e sofrer dores intensas nas patas traseiras e quando urinava, foi submetido a eutanásia, segundo consta do registo, escrito um dia depois de Oz ter anotado que o cão estava “animado, atento e receptivo” – http://www.columbiacruelty.com/feat-pupkillings.asp

Em nome da acupunctura um macaco rhesus participa num estudo sobre a eficácia da acupunctura no alivio da dor. Para conhecer o reacção do símio ao tratamento, Hongchien Ha, da Universidade Médica da China, em Taichung, implantou-lhe eléctrodos no cérebro – http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2516110/pdf/anesthprog00133-0004.pdf :: http://www2.cmu.edu.tw/~cmcshow/English_intro.htm

Em estudos sobre a privação, efectuados no Yerkes National Primate Research Center, em Atalanta, entre 1940 e 1960, a crueldade dos estudos é manifesta. Por exemplo, mantinham durante três anos chimpazés recém-nascidos num ambiente de total escuridão, e colocavam a outros ligaduras nos pés e nas mãos para imobiliza-los durante dois anos. Tudo isto para demonstrar algo tão evidente como o facto de um animal social se for privado de companhia começar a desenvolver comportamentos patológicos –http://www.yerkes.emory.edu/

Harry Harlow, psicólogo da universidade do Wisconsin em Madison, em 1970, recorreu a crias de macacos rhesus para lhes provocar depressão clinica. Durante seis semanas, deixava os símios bebés numa gaiola vertical de paredes escorregadias, baptizada pelo próprio psicólogo como “o buraco do desespero”: passados alguns dias os pequenos macacos ficaram quietos, encolhidos a um canto. Depois de libertados, manifestaram inadaptação social e um comportamento violento; a maior parte nunca consegui recuperar por completo –http://www.muskingum.edu/~psych/psycweb/history/harlow.htm

Em 2003 tornaram-se publicas as experiências do neurocirurgião E. Sander Connolly da Universidade de Columbia, que simulava ataques cerebrais em babuínos retirando-lhes os globos oculares para poder, dessa forma, perfurar uma artéria do cérebro. Depois, dava-lhes um medicamento neuroprotector e mantinha-os vivos durante vários dias nesse estado de degradação, justificando a barbárie alegando que podia “obter resultados revelantes” – http://www.columbiacruelty.com/deathSquad_Connolly.asp

Referências: Revista Super Interessante – http://www.assineja.pt/Detalhe/tabid/111/itemID/SI/IdTipoItem/1/GrupoID/10/Default.aspx – Março 2010

“Médicos que defendem a vivissecção não merecem nenhum reconhecimento na sociedade, pois sua brutalidade é aparente não apenas durante os experimentos, mas em sua vidas, na prática médica. São homens que não se deixam deter por nada, para satisfazer seu desejo implacável e insensível de receber honras e ganhos.” – Dr. med. Hugo Knecht, Otorrinolaringologista, Linz, 5 de Outubro de 1909

Independentemente destes casos extremos, que chegaram ao nosso conhecimento, a grande questão é: “Evolução” a QUALQUER preço?

A minha resposta é, convictamente, NÃO. (Por muito amor que tenha à vida, prefiro morrer uns anos mais cedo a sacrificar seres vivos a tais brutalidades. Até porque a população humana está a aumentar desmesuradamente e se continuarmos neste ritmo acabaremos por nos asfixiar a nós próprios por não haver “ar” que chegue para tanta gente)


Fonte: Susana Pereira

 

AJUDE a PARAR com TESTES em ANIMAIS em PORTUGAL!!! Março 6, 2010

Filed under: Experimentação Animal,petição,testes — мαℓυ™® @ 20:30



PETIÇÃO








Help stop animal testing in Portugal!!



Em Azambuja, Portugal, está prestes a ser construído um dos maiores centros de reprodução da Europa para a criação de animais utilizados na experimentação científica.
Face ao amplamente documentado falhanço da experimentação animal, o financiamento publico de um biotério e escandaloso e representa uma estagnação do progresso cientifico e desperdício de dinheiro em infra-estruturas condenadas ao fracasso.
Com esta petição queremos,



– A proibição do investimento de fundos públicos na construção de biotério comerciais;



-orientação estratégica para substituir os animais em pesquisas e testes com o uso obrigatório de alternativas existentes,



– Banir experiencias em animais;



– a proibição de provocar sofrimento agudo e prolongado aos animais utilizados para fins experimentais;



– sistemas transparentes de avaliação ética, aplicação e autorização, revisão retrospectiva e relatórios de inspecção de laboratório;



– a obrigação de todos os laboratórios possuírem um Comité de ética, que inclua pelo menos um elemento de uma associação de direitos de animais, que verifique que a legislação esta a ser cumprida;



– A construção de um Centro 3R para Investigação de Métodos Alternativos em Portugal.


Muito obrigado pelo seu apoio!


 

‘Justiça Animal’ Fevereiro 18, 2010

Filed under: Experimentação Animal,testes — мαℓυ™® @ 17:34

 

Experimentação Animal

Filed under: Experimentação Animal,testes — мαℓυ™® @ 17:28

[experimentação+animal.jpg]
[experimentação+animal+2.jpg]